Tag Archive | cirurgia

Já se foram 6 meses!

Oi pessoal!!!

Cá estou, meio atrasada confesso, para falar dos meu já 6 meses de cirurgia! E uaaau! como passou rápido, parece que foi há tão pouco tempo que eu iniciava meu diário, contando para vocês as dificuldades de se conseguir fazer a cirurgia!

Bem agora já se foram 6 meses, e confesso que tudo está caminhando lindamente,  quanto a alimentação eu comecei a notar que já estou precisando me policiar, pois alguns velhos hábitos estão voltando, tipo comer na hora errada, ficar muito tempo sem comer, não seguir a dieta a risca no final de semana, essas coisas, e é preciso muito cuidado para não voltar a engordar!

Desde janeiro peguei firme, ou quase isso na academia, pelo menos 2x por semana, sei que ainda não é o suficiente, mas estou tentando,  pq sinceramente eu odeio academia, detesto aquele ambiente, me sinto totalmente deslocada, mas tudo bem, vou passar por cima disto, afinal é por uma boa causa!

Eu por algum motivo, que em breve descobrirei tenho muita dor de estômago, dores de gases e vômitos frequentes, por isto fiz endoscopia, farei ultrassom e Rx de abdômen para ver o que acontece comigo, pois isso não é normal. Sei que muita gente acha que fazer a cirurgia é assinar a sentença de passar mal para o resto da vida, não conseguir comer, viver tomando remédio, mas não é bem assim não. Hoje eu me alimento melhor que antes da cirurgia, quanto a qualidade, pois ingiro muito mais frutas e legumes, quanto a medicação eu tomo dois tipo de vitaminas, sendo uma delas contra a queda de cabelo, também ainda preciso tomar Omeprazol todo dia de manhã e só, não acho que é uma quantidade grande de medicamentos comparados a todos benefícios que tive até agora.

É incrível como nos adaptamos a nova rotina, as novas limitações, e como nosso gosto para certos alimentos mudam, é aquela velha história de a comida deixar de ser ponto central em sua vida e passar a ser apenas um auxílio para que vc consiga fazer o que realmente gosta.

Eu estou muito feliz, não que antes eu não seja, mas agora me sinto melhor, com menos dores de coluna, conseguindo ficar mais tempo em pé, me sentindo mais disposta, fazendo coisas que com 42,5kgs a mais antes não era possível!

Não é fácil, a adaptação demora, vejam vcs que me acompanham, só agora 6 meses depois que falo que estou realmente adaptada e que os lucros são maiores do que as perdas que tive no começo do processo. Não acontece de um dia para noite, é um processo lento, que demanda muita disposição e boa vontade, pois não é todo mundo que está preparado para ter enjoos diários, dores de gases infelizes no meio do dia no trabalho, ou o bendito dumping por tomar um copo de leite, não é simples, mas também não é impossível!

E caso você esteja pensando em começar a caminhar ruma a cirurgia, minha dica é, procure um psicólogo, pois vcs não tem ideia de como este profissional é importante nesta jornada!

Ah, pra variar mais um antes e depois! hehehehe….

fla6meses

5 meses e o bendito platô!

Oi pessoas,

e enfim completei 5 meses de cirurgia, confesso que agora estou beeeeem mais habituada a nova alimentação, já aprendi o que me faz bem, o que me faz mal, e o que eu posso e quando posso comer certos alimentos.

Isto tudo é muito individual, e a nova alimentação é um aprendizado diário, por exemplo, eu criei uma pequena intolerância a leite e alguns iogurtes, é tomar e enjoar na hora, por isto cortei, pelo menos por enquanto, o leite da minha alimentação e substitui por queijos tipo branco e polenguinho, e o iogurte sei que posso tomar as vezes, dependendo do dia ele desce bem ou não.

Doces tbm são um caso a parte, tem dias que tenho dumping se comer alguma coisa que não seja light ou até mesmo com produtos light, outros dias consigo ingerir um docinho sem problemas, mas o legal é que passando mal ou não a vontade de ingerir doces diminuiu mto! E quando sinto vontade me sacio com muito pouco! Amando isso!!!

Pausa para explicar o que é dumping: “É uma complicação comum após a cirurgia bariátrica e faz com que ocorra a passagem do conteúdo gástrico que está no estômago para o intestino de forma muito rápida.Pode causar sonolência, fraqueza, náuseas, cólicas intestinais, desmaios e diarreia, após a pessoa ter se alimentado. Entretanto, nem todos têm a mesma reação e os sintomas variam de um paciente para o outro. O tratamento dever ser feito com base em uma dieta alimentar e a criação do hábito de descansar após as refeições para atrasar o esvaziamento estomacal.” 

E eu tenho dumping com facilidade, então tento evitar o máximo alimentos que sei que irão desencadear os sintomas.

Continuando, uma coisa que muita gente me pergunta, é se consigo comer sem problemas carne bovina, e eu confesso que agora que comecei a me dar bem com ela, depois de muitos problemas, pois com carne ocorre muito mais facilmente um “entalo”, que é quando a comida fica parada no esôfago, acho que por ser mais dura e com maior necessidade de mastigar, e eu pessoa que há 25 anos só sabia dar uma mastigadinha e engolir tive dificuldades em me adaptar, agora eu e a carne bovina nos damos muito bem, e meu cabelo agradece muito!

Bem, mas como era de se esperar que algum dia isto fosse ocorrer, eu desde o início do ano estou com dificuldades para perder peso, é o bendito platô, que assombra todas as pessoas que fazem dieta, seja gastroplastizado ou não!

Para quem não sabe o platô, eis uma explicação básica:

“O efeito platô acontece porque o corpo não pode ficar perdendo peso indefinidamente… pelo menos é assim que“pensa” o cérebro ao notar que estamos emagrecendo.Quando fazemos dietas e exercicios ,o nosso corpo tende a se adaptar ao aumento de atividades e redução das calorias ingeridas,para que, na interpretação natural do cérebro, não continuemos emagrecendo até a morte!E quando isso acontece não funciona, reduzir ainda mais a quantidade de calorias ingeridas pois a partir de um certo ponto o corpo começa a lutar contra a falta de energia disponível e o metabolismo fica cada vez mais lento. Comer menos é um verdadeiro tiro no pé!   Não dá certo, pois o corpo novamente se adapta rapidamente ao novo nível calórico para evitar a morte por inanição,resumido essa é uma luta contra o nosso corpo,pois ele vai sempre querer que você esteja com o maior peso que já teve,e dizem que quando perdemos peso temos que passar pelo menos doze meses com o peso novo para o nosso corpo aceitar aquele novo peso ,como o peso correto.”

Tendeu?! E pensa se eu tonta aqui não diminui a quantidade de calorias ingeridas pra tentar mudar a situação, durr!! Enfim, depois vi que não era bem por ai e segui outro caminho, voltei a comer normal e academia ( eu já estava fazendo, mas tentei aumentar os exercícios aeróbicos, para queimar mais!). E ufa, e ontem após esta árdua luta contra a balança constatei que perdi 2kgs de uma vez! Vitória!!!

E para quem já passou por isso, ou que faz dieta e provavelmente passará por esta situação, seguem algumas dicas preciosas:

A solução então é intensificar de tempos em tempos a queima de calorias – e é importante mencionar: sem mudar a dieta! Alguns profissionais aconselham quebrar o platô fazendo a pessoa pegar pesadíssimo na musculação, o que gera uma reação catabolica violenta no organismo e passa a fazer o corpo começar a queimar gordura de novo.E para isso precisamos estar numa academia ,a onde teremos ajuda de um profissional e todos os aparelhos necessários .Uma opção para quem não gosta da musculação e não quer pegar pesado é apostar nos exercícios cardio.

Atividades cardio vasculares intensas quebram também o marasmo em que o corpo se encontra forçando-o a queimar mais calorias até que ele se acostume de novo com o ritmo! Se em sua rotina deemagrecimento você está fazendo caminhada ou qualquer outra atividade cardio vascular leve, no momento em que você começar a intensificar os batimentos cardíacos seu corpo sairá do platô. Isso funciona !Se você não pratica  nenhuma atividade desse tipo, pense nas seguintes atividades: natação, pular corda, corrida, spinning, escada (subir e descer ou o equipamento na academia que imita o movimento de subir escada), elíptica e a propria caminhada desde que feita de maneira intensa com velocidade. O objetivo é sair do feijão com arroz da atividadezinha devagar e tranqüila e fazer o coração bater rápido por pelo menos 28 minutos, 3 vezes por semana. Já na primeira semana você verá resultados.

Se você não consegue manter uma atividade cardio  acelerada por esse tempo,não fique triste existe outra solução.O treinamento por intervalo é a melhor forma.No treinamento de intervalo, você dá um gás imenso na atividade elevando seus batimentos cardíacos até a exaustão, daí você reduz, não pára, mas descansa, novamente então mais um pico em que você puxa até não agüentar mais, depois reduz de novo e assim vai, até o esgotamento da sua capacidade de realizar os picos de intensidade.Devo mencionar que o treinamento de intervalo não é indicado para pessoas que estão muito acima do peso ou que tenham dificuldades para se engajar em atividades intensas. Para quem está muito acima do peso, caminhada é o ideal até que seja atingido um peso que permita atividades mais intensas. Para quem não está acostumado com atividades de alto impacto ou que exijam muita capacidade cardíaca e respiratória, o ideal é natação e escadas (escadas fazem milagres!).Queimar calorias de maneira eficiente,exige planejamento e compromisso com seus próprios objetivos e,o mais importante,escolha uma atividade que você goste de realizar. A atividade física regular é importante para auxiliar a perda de peso e manter um estilo de vida saudável,tenho visto muitas meninas preocupadas com a alimentação ,e devemos sim nos preocupar pois uma dieta equilibrada é importante para p processo de emagrecimento,mas acabam esquecendo de um grande trunfo a A.F!

A atividade física aumenta o numero de calorias que seu corpo usa e promove a perda da gordura corporal.Se incluirmos a atividade física em nosso plano de emagrecimento e tivermos disciplina com ela,iremos nos manter magras para sempre ,e é isso que todas queremos.Por isso não me canso de repetir feito uma vitrola quebrada ,’’PRECISAMOS TER DICIPLINA COM A ATIVIDADE FISISCA, ESSE É O SEGREDO DO EMAGRECIMENTO DEFINITIVO’’

Existi sim uma  formula infalível que é : Reeducação alimentar+atividade física+disciplina+superação

Gostaram?

E como não poderia deixar de faltar aquele antes e depois básico! só tem que atualizar esses números, pq agora já são 37,5kgs off!!! hehehehe

fla 5 meses

Pessoal, um beijo enorme pra vcs!!

Fonte: Rose Araujo Albuquerque – texto para o Grupo Redução de  Estômago no Facebook.

Cirurgia Bariátrica –  http://cirurgia-bariatrica.info/

E lá se foi mais um mês: 3º Mês pós cirurgia!

Oi pessoal!!

Saudades!! Faz tempo que venho aqui, mas é pq o fim do semestre está ai e a correria para as provas já começou, mas tirei um tempinho para vir contar como foi chegar no meu 3º mês pós cirúrgico!

Então agora todo o sacrifício inicial parece que foi tão longe, há tanto tempo, numa vida distante, é bem engraçado como eu sequer me lembro de como era a minha alimentação antes da cirurgia, para vocês verem como a gente, quando come descontroladamente, nem percebe.

Agora estou numa fase que já sei o que posso, quando posso, pois não existe essa história de que quem fez a cirurgia não come nada, que vive de meia folha de alface pro resto da vida! eheheh… que  nada! Como super bem, vivo comendo comida japonesa, como verduras, frutas, sim como um docinho de vez em quando, minha alimentação tem de tudo, o que mudou mesmo foi as quantidades e também a qualidade, é incrível como eu me sinto mal se em uma refeição como muito carboidrato, por exemplo,  as coisas não rendem, o tempo não passa, tenho sono, é péssimo!! Agora se eu como direitinho, verdurinhas,  uma carninha, um arrozinho, nossa tudo fica ótimo!

Outra coisa muito legal, é que eu descobri quando posso comer certos alimentos, por exemplo, antes se eu tinha vontade de comer um doce, além de ter que ser uma caixa de bombom pra me deixar satisfeita tinha que ser na hora, eu não podia esperar, agora eu sei quando eu posso comer, tem um horário no dia, ou um dia em que tudo desce legal, e eu posso me dar ao luxo de comer um bombom, e isso me deixa feliz e satisfeita! Sinceramente isso pra mim é o mais legal de tudo, eu estou aprendendo a me controlar, saber meus limites!!

As escolhas também mudam, a junk food não faz mais parte da minha vida, por exemplo, hj se eu tenho fome penso logo numa saladinha, mais leve, pq sei que se comer um lanche ou alguma coisa do tipo vou me sentir mal, estufada, sem ânimo depois.

Mas o mais importante disso tudo é que todas essas mudanças são escolhas, simplesmente escolhas, pq eu consigo comer tranqueiras ainda, consigo  me alimentar mal se quiser, tudo bem eu não me sinto muito bem, o estômago dá uma reclamada e tals, mas se eu quisesse isso não iria me impedir de comer alimentos gordurosos ou lanches ou o que for! O legal é que eu consigo escolher agora muito melhor o que comer e isto é fantástico!

Imagina a situação vc numa festinha na sua sala, com o pessoal da faculdade, todo mundo leva um monte de salgadinho, docinhos, refrigerantes, tem um suquinho para enganar,  bem eu poderia ter comido vários salgadinhos, pq cabe uns 3 ou 4 sim,  mas eu preferi comer 1, pq eu sabia que se comesse mais eu me sentiria mal e não conseguiria jantar direito quando chegasse em casa, mas isto ninguém me impôs, eu quem escolhi e vc poder escolher é maravilhoso!

Depois de tanta restrição, de tanto: “você não pode”, depois de tantos obstáculos hj eu poder escolher o que quero para mim é a maior vitória, sei que o caminho ainda é longo, mas também sei que vou trilha-lo feliz!

E toda essa mudança me lembra de um texto do Walt Disney , que eu AMO e de onde busco inspiração..confiram:

E assim, depois de muito esperar, num dia como outro qualquer, decidi triunfar…

 Decidi não esperar as oportunidades e sim, eu mesmo buscá-las.

Decidi ver cada problema como uma oportunidade de encontrar uma solução.

Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um oásis.

Decidi ver cada noite como um mistério a resolver.

Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de ser feliz.

Naquele dia descobri que meu único rival não era mais que minhas próprias limitações e que enfrentá-las era a única e melhor forma de as superar.

Naquele dia, descobri que eu não era o melhor e que talvez eu nunca tenha sido.

Deixei de me importar com quem ganha ou perde, agora, importa-me simplesmente saber melhor o que fazer.

Aprendi que o difícil não é chegar lá em cima, e sim deixar de subir.

Aprendi que o melhor triunfo que posso ter, é ter o direito de chamar a alguém de ‘Amigo’.

Descobri que o amor é mais que um simples estado de enamoramento,

‘o amor é uma filosofia de vida’.

 Naquele dia, deixei de ser um reflexo dos meus escassos triunfos passados e passei a ser a minha própria tênue luz deste presente.

Aprendi que de nada serve ser luz se não vai iluminar o caminho dos demais.

Naquele dia, decidi trocar tantas coisas…

Naquele dia, aprendi que os sonhos são somente para fazer-se realidade.

E desde aquele dia já não durmo para descansar…

Agora simplesmente durmo para sonhar.”

“Walt Disney”

Ah e não podia faltar mais um antes e depois básico!ehheheeh

Vestido Cobra Vk Moda Feminina Plus Size, se gostou clique aqui

Beijos pessoal!! até a próxima!

Diário de Bordo

Hello people!! Como estão todos??

E vamos lá para mais um capítulo de nossa jornada, que sinceramente parece infinita…me desculpem dizer, principalmente a todos aqueles que imaginam que a cirurgia é mágica e que vc sai do hospital magro! Não, não é isso que acontece…essa semana completei 30 dias de cirurgia e as minhas impressões, não mto bonitas sobre a cirurgia são essas:

Comer ficou chato, eu sei que é minha cabeça de gorda pensando ainda, mas PQP, como era divertido comer antes!!! Provavelmente foi por essa associação de comida com diversão que cheguei nos meus lindos 144,5 kgs…mas comer ficou tão chato, mas tão chato que às vezes simplesmente como por necessidade mesmo, para não passar mal…mas isso não acontece pq a comida perdeu o gosto, ou pq estou comendo pouquinho, acontece pq vc passa o tempo todo se policiando pra mastigar mais, pra ir mais devagar, e isso leva tempo, e eu não sou uma pessoa muito paciente sabe? Por conta disso comer ficou chato, SIM!

E por alguma ironia, infelicidade ou sei lá que interpretação maluca meu cérebro faz, ele resolveu que simplificar algumas sensações, então se eu não quero comer fico enjoada, se eu comi o suficiente fico enjoada, se eu estou com “fome” fico enjoada…e assim vai passando o dia todo, como enjoo, não como enjoo, imagina o bom humor que a pessoa fica, né?

Sim fazer a cirurgia faz vc emagrecer rápido…. mas não tanto quanto vc sonhou! Eu nesses 30 dias emagreci exatos 13 kgs! Sim é uma quantidade razoável, se vc pensar que tirei de mim o peso de um cão de médio porte ou um pouco mais que 2 sacos grandes de arroz, mas para quem tem tanto a perder e que ficou imaginando tanto tempo quanto seria a perda desse primeiro mês, só 13 kgs acaba sendo meio broxante. Eu sei que devo estar exagerando, que eu perdi bem e tudo mais, mas eu queria mais!!!

Outra coisa que acontece com quem faz a cirurgia, o humor! Ah o humor, ah a TPM, bem a TPM de antigamente virou fichinha pra essa que eu tive depois da cirurgia! Irritação, mal humor, vontade de fazer o coleguinha de saco de pancada e por ai vai! Na TPM fico mtoooo chata, agora tô só chatinha, olha que beleza! Eu não sei da onde surge tanto estresse, mas eu fiquei incrivelmente sem paciência! Nunca fui de dar bom dia para o Sol, ser extremamente positiva, mas se eu já não era assim imagina como fiquei agora! Mentaliza!  E tudo isso totalmente sem razão nenhuma, ninguém pisou no meu pé, não xingaram minha mãe, nada, nadinha e a gte fica assim…enfim..paciência..

Bem percebe-se que paciência é o que mais me falta ultimamente, mas de acordo com a minha querida psico, a Bia, isso é transitório, acontece por conta da readequação da alimentação e que um dia isso vai passar, por favor seja logo, pq eu não sei quanto tempo mais o Thiago me aguenta!Kkkkkkkk….

Eu só queria alertar as pessoas que acreditam que a cirurgia é o milagre que vai acontecer em sua vida, onde tudo será diferente, que acham que assim que vc acordar da anestesia vc será outra pessoa, que não sente vontade, que tem auto controle, que sabe ter uma vida saudável, quero alertar você que tem esse pensamento, isso tudo não existe. O que existe é uma pessoa com limitações físicas quanto a alimentação, existe uma pessoa fragilizada por uma cirurgia, cheia de cortes que dependem do seu bom senso quanto a comida para cicatrizarem bem e não acarretar nenhum problema, existe uma pessoa que não sente fome, mas sente vontade, mta vontade de comer as mesmas coisas que comia um dia antes de ter operado e que não pode, é essa pessoa que existirá e é com ela que vc terá que aprender a viver, a essa nova pessoa que será vc, mas que tem os mesmos hábitos, mas que se não seguir a nova vida, a deixará para trás, literalmente.

Então pensem bem, façam o acompanhamento com psicólogo, com nutricionista, busquem apoio na família, onde vcs puderem, pois é muito, mas muito importante no pós operatório onde vc estará, assim como eu aprendendo a conviver com essa nova pessoa! (Ah, e não poderia esquecer, grupos de facebook são mto bons, para obter informações, trocar experiências, até o momento em que vc comete um erro e todos viram médicos e te julgam, ou seja, esteja pronto para ser julgado, caso participe destes grupos e faça cagadas no meio do caminho, já advirto não é nada legal!)

Outra questão é: Não queira fazer a cirurgia a não ser por um muito bom motivo! Vc ter perder 20kgs para chegar no seu peso ideal, desculpe não é um bom motivo, a cirurgia não é indicada para vc!!! Estou um tantinho cansada de pessoas que não precisam de cirurgia e acham que esse é o único meio de perder peso, não, não é! Pra falar a verdade a cirurgia em si resolve pouco, o resto é fazendo reeducação alimentar, terapia e exercícios! E isso é com vc, só com vc!

Eu sei que eu falei apenas de coisas “ruins” que acontecem depois da cirurgia, mas é pq estou de mto mal humor pra variar e cansada de  pessoas que acreditam que a cirurgia é milagrosa e que tudo são flores, este post é mais um alerta, uma tentativa de fazer as pessoas refletirem se estão realmente dispostas a passar por tudo isso, se é realmente necessário!

Para as que já refletiram e perceberam assim como eu, que a cirurgia é apenas um recurso e que depende muito mais de vc, do que de qquer médico para perder peso, para estas eu digo, não é nenhum bicho de sete cabeças, vc consegue passar por isso, vc consegue se redescobrir mais forte do que imagina, vc começa a pensar diferente, começa a enxergar coisas que antes não percebia e que estavam bem ali na sua frente, mas uma montanha de comida não te deixava ver! Vc percebe que é possível viver para si e não para a comida! E isso amigos é INCRÍVEL!!!

Caso vc seja essa pessoa que precisa mudar sua vida e encontrou na cirurgia uma saída, eu recomendo sim!Ainda é cedo para falar em grandes mudanças, mas as pequenas já tem um sabor diferente, de vitória, de obstáculo ultrapassado!

Beijos e reflitam!

                                                                     Em agosto de 2012 e com um mês de cirurgia ( set/2012)

Flá Passoni

%d blogueiros gostam disto: