Diário de Bordo

Hello people!! Como estão todos??

E vamos lá para mais um capítulo de nossa jornada, que sinceramente parece infinita…me desculpem dizer, principalmente a todos aqueles que imaginam que a cirurgia é mágica e que vc sai do hospital magro! Não, não é isso que acontece…essa semana completei 30 dias de cirurgia e as minhas impressões, não mto bonitas sobre a cirurgia são essas:

Comer ficou chato, eu sei que é minha cabeça de gorda pensando ainda, mas PQP, como era divertido comer antes!!! Provavelmente foi por essa associação de comida com diversão que cheguei nos meus lindos 144,5 kgs…mas comer ficou tão chato, mas tão chato que às vezes simplesmente como por necessidade mesmo, para não passar mal…mas isso não acontece pq a comida perdeu o gosto, ou pq estou comendo pouquinho, acontece pq vc passa o tempo todo se policiando pra mastigar mais, pra ir mais devagar, e isso leva tempo, e eu não sou uma pessoa muito paciente sabe? Por conta disso comer ficou chato, SIM!

E por alguma ironia, infelicidade ou sei lá que interpretação maluca meu cérebro faz, ele resolveu que simplificar algumas sensações, então se eu não quero comer fico enjoada, se eu comi o suficiente fico enjoada, se eu estou com “fome” fico enjoada…e assim vai passando o dia todo, como enjoo, não como enjoo, imagina o bom humor que a pessoa fica, né?

Sim fazer a cirurgia faz vc emagrecer rápido…. mas não tanto quanto vc sonhou! Eu nesses 30 dias emagreci exatos 13 kgs! Sim é uma quantidade razoável, se vc pensar que tirei de mim o peso de um cão de médio porte ou um pouco mais que 2 sacos grandes de arroz, mas para quem tem tanto a perder e que ficou imaginando tanto tempo quanto seria a perda desse primeiro mês, só 13 kgs acaba sendo meio broxante. Eu sei que devo estar exagerando, que eu perdi bem e tudo mais, mas eu queria mais!!!

Outra coisa que acontece com quem faz a cirurgia, o humor! Ah o humor, ah a TPM, bem a TPM de antigamente virou fichinha pra essa que eu tive depois da cirurgia! Irritação, mal humor, vontade de fazer o coleguinha de saco de pancada e por ai vai! Na TPM fico mtoooo chata, agora tô só chatinha, olha que beleza! Eu não sei da onde surge tanto estresse, mas eu fiquei incrivelmente sem paciência! Nunca fui de dar bom dia para o Sol, ser extremamente positiva, mas se eu já não era assim imagina como fiquei agora! Mentaliza!  E tudo isso totalmente sem razão nenhuma, ninguém pisou no meu pé, não xingaram minha mãe, nada, nadinha e a gte fica assim…enfim..paciência..

Bem percebe-se que paciência é o que mais me falta ultimamente, mas de acordo com a minha querida psico, a Bia, isso é transitório, acontece por conta da readequação da alimentação e que um dia isso vai passar, por favor seja logo, pq eu não sei quanto tempo mais o Thiago me aguenta!Kkkkkkkk….

Eu só queria alertar as pessoas que acreditam que a cirurgia é o milagre que vai acontecer em sua vida, onde tudo será diferente, que acham que assim que vc acordar da anestesia vc será outra pessoa, que não sente vontade, que tem auto controle, que sabe ter uma vida saudável, quero alertar você que tem esse pensamento, isso tudo não existe. O que existe é uma pessoa com limitações físicas quanto a alimentação, existe uma pessoa fragilizada por uma cirurgia, cheia de cortes que dependem do seu bom senso quanto a comida para cicatrizarem bem e não acarretar nenhum problema, existe uma pessoa que não sente fome, mas sente vontade, mta vontade de comer as mesmas coisas que comia um dia antes de ter operado e que não pode, é essa pessoa que existirá e é com ela que vc terá que aprender a viver, a essa nova pessoa que será vc, mas que tem os mesmos hábitos, mas que se não seguir a nova vida, a deixará para trás, literalmente.

Então pensem bem, façam o acompanhamento com psicólogo, com nutricionista, busquem apoio na família, onde vcs puderem, pois é muito, mas muito importante no pós operatório onde vc estará, assim como eu aprendendo a conviver com essa nova pessoa! (Ah, e não poderia esquecer, grupos de facebook são mto bons, para obter informações, trocar experiências, até o momento em que vc comete um erro e todos viram médicos e te julgam, ou seja, esteja pronto para ser julgado, caso participe destes grupos e faça cagadas no meio do caminho, já advirto não é nada legal!)

Outra questão é: Não queira fazer a cirurgia a não ser por um muito bom motivo! Vc ter perder 20kgs para chegar no seu peso ideal, desculpe não é um bom motivo, a cirurgia não é indicada para vc!!! Estou um tantinho cansada de pessoas que não precisam de cirurgia e acham que esse é o único meio de perder peso, não, não é! Pra falar a verdade a cirurgia em si resolve pouco, o resto é fazendo reeducação alimentar, terapia e exercícios! E isso é com vc, só com vc!

Eu sei que eu falei apenas de coisas “ruins” que acontecem depois da cirurgia, mas é pq estou de mto mal humor pra variar e cansada de  pessoas que acreditam que a cirurgia é milagrosa e que tudo são flores, este post é mais um alerta, uma tentativa de fazer as pessoas refletirem se estão realmente dispostas a passar por tudo isso, se é realmente necessário!

Para as que já refletiram e perceberam assim como eu, que a cirurgia é apenas um recurso e que depende muito mais de vc, do que de qquer médico para perder peso, para estas eu digo, não é nenhum bicho de sete cabeças, vc consegue passar por isso, vc consegue se redescobrir mais forte do que imagina, vc começa a pensar diferente, começa a enxergar coisas que antes não percebia e que estavam bem ali na sua frente, mas uma montanha de comida não te deixava ver! Vc percebe que é possível viver para si e não para a comida! E isso amigos é INCRÍVEL!!!

Caso vc seja essa pessoa que precisa mudar sua vida e encontrou na cirurgia uma saída, eu recomendo sim!Ainda é cedo para falar em grandes mudanças, mas as pequenas já tem um sabor diferente, de vitória, de obstáculo ultrapassado!

Beijos e reflitam!

                                                                     Em agosto de 2012 e com um mês de cirurgia ( set/2012)

Flá Passoni

Tags:, ,

About comofaz2012

Sou feliz, sou sonhadora, sou mãe, sou divertida, sou mal humorada, sou curiosa, sou como você e diferente de você, sou mulher, sou eu mesma, mas não serei a mesma para sempre... simplesmente sou!!!

One response to “Diário de Bordo”

  1. LAURA ALICE says :

    NOSSA FLÁVIA ADOREI O QUE VC ESCREVEU ,POIS EU ESTOU QUERENDO MUITO OPERAR,TENHO 36 ANOS CASADA A 18 ANOS TRES FILHOS O ULTIMO COM 1 ANO DE IDADE E NÃO AGUENTO MAIS CARREGAR ESSE PESO NAS PERNAS DE 117 QUILOS DISTRIBUIDOS EM 1;68 DE ALTURA.SÓ QUE AGORA DEPOIS DO QUE EU LI ,PRECISO PENSAR MELHOR SOBRE A CIRUGIA.OBRIGADO POR TER PARTILHADO SEU DESABAFO CONOSCO.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: